EUA querem acabar com caligrafia letra cursiva com uma lei é certo?



Certamente esta postagem vai levar você para suas lembranças escolares, principalmente o começo de tudo, os primeiros anos da sua alfabetização, quando você acompanhava sua mãe a uma livraria para ajudá-la na escolha do material escolar.

Bem, um dos itens pedidos pelas escolas era o caderno de caligrafia, que chamava a atenção por ser o menor entre todos.

Naqueles tempos de começo de alfabetização cursiva as linhas pautadas do caderno de caligrafias eram as balizas para nossos conceitos diante da professora.

O caderno de caligrafia é uma marca da infância de cada um de nós, sejamos estudantes em ano de vestibular, graduandos pensando em projeto de mestrado, doutor lecionando em universidade, não importa, todos nós passamos por um caderno de caligrafia.

Porém o uso da letra cursiva que tanto treinamos nos cadernos pautados está com os dias contados nos Estados Unidos.

Indiana, cidade localizada na região Centro-Oeste dos EUA passou a considerar o uso da escrita cursiva facultativo nas escolas, mas oficialmente deve ser banido nos próximos anos. O modelo oficializado em Indiana deve ser seguido por mais quarenta cidades nos próximos anos.

A alegação dos defensores da extinção do uso da escrita cursiva é de que as crianças não precisam mais para escrever as letras de caneta, lápis ou qualquer objeto carregado de impressões nas folhas de cadernos.

Na história da escrita começamos com as placas de barro dos sumérios, os pergaminhos dos egípcios, a caligrafia itálica surgida em 1522 com o italiano Ludovico Arrighi, aos modernos materiais de escrita cursiva, como canetas esferográficas macias.

Logicamente que estamos em pleno momento dos avanços tecnológicos, isso é uma prática diária, muitos acabam substituindo o uso de papel e caneta mesmo, basta pensar nos assuntos tratados por e-mail, contrariando pouco mais de uma década atrás (pensando na realidade brasileira), quando precisaríamos de um envelope e serviço dos Correios para mandar uma correspondência para algum destinatário.

Atualmente se escreve muito mais que em outros tempos, se considerarmos todo volume de escritos presente na internet. As crianças tem um contato imenso com o teclado de um computador – mas criar uma extinção do uso da letra cursiva é uma forma de deixar abertura apenas para o computador.

Um problema provocado por esta lei seria o espaço na escola, teriam todas as escolas condições de espaço e equipamentos para computadores? Além disso, todos os alunos teriam condições para adquirir um computador? Questões que precisam ser pensadas.

A letra cursiva proibida, talvez seja a mesma que grafou no papel a lei – espaços que modernidade nunca vai apagar, pelo menos nas assinaturas de documentos obrigatórios.



2 Comments

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*