Como diminuir a violência no transito brasileiro



Esta semana ouvi a seguinte frase:”O Brasil vive atualmente epidemia no transito”, e esta frase me fez parar um pouco e refletir sobre o assunto, e escrever este artigo.

Afinal o que vemos nas ruas e estradas brasileiras, é realmente uma epidemia, que mata e fere diariamente centenas de pessoas, e em mais de 95% dos casos os motivos é a imperícia do condutores, que abusam da velocidade em locais impróprios e o pior, muito motoristas ingerem grandes quantidades de bebidas alcoólicas e com isso acabam se envolvendo em graves acidentes, colocando a própria vida em risco e ferindo e matando inocentes.

Acredito que já passou do tempo, das autoridades tomarem medidas mais duras para evitar que essa epidemia de acidentes e mortes diminua, uma vez que com o aumento da frota de veículos mais pessoas pegam o carro pela primeira vez, e muitas pessoas, com ou sem experiência, não sabem o “poder” de destruição que o carro possui se utilizado da maneira incorreta.

Mudança na lei

carro batido campanha contra acidentes
Precisamos com urgência alterações nas leis de transito, principalmente para quem dirige embriagado e provoca acidentes com morte, pois infelizmente já virou rotina ler noticias quase que diárias de motoristas embriagados que acabaram atropelando pedestres nas calçadas ou provocando graves acidentes com outros carros e vitimando pessoas totalmente inocentes que perderam a vida simplesmente pelo fato de estarem na hora errada no lugar errado.

Atualmente quando uma pessoa embriagada provoca um acidente com morte, ela vai presa, paga uma fiança e vai responder o processo em liberdade neste caso ele é enquadrada como crime culposo quando o autor, sem querer o resultado, deu-lhe causa por imprudência, negligência ou imperícia.

É comum ouvir a alegação de que a pessoa quando bebeu não bebeu com a intenção de matar, no entanto como leigo no assunto, acredito que quando uma pessoa bebe e assume direção de um carro, ela esta assumindo o risco de matar, o mesmo acontece quando o motorista dirige a uma velocidade incompatível com a via na qual esta, nestes casos acredito que a lei deveria condenar esses motoristas como crime doloso quando o autor quis o resultado ou assumiu o risco de produzi-lo.

Pois assim com leis mais rígidas com quem mata no transito, acredito que mais motoristas pensariam antes de beber e dirigir.

Lei seca no Brasil solução ou ilusão

teste bafometro
No inicio a lei seca trouxe e mostrou bons resultados, porém infelizmente muitos motoristas começaram a utilizar a brecha de que você tem o direito de não produzir provas contra você, e se negam a fazer o teste do bafômetro, e com isso a lei seca que parecia ser uma das soluções para a violência no transito acabou virando uma ilusão no ponto de vista de muitas pessoas.

Neste ponto também precisamos de leis mais rígidas e caberia uma mudança nas nossas leis, pois é importante prevenir e não punir somente após o acidente e mortes terem acontecidas.

Acredito que o teste do bafômetro deveria ser obrigatório a todo motorista parado em uma blits de trânsito, uma mudança na lei para essa obrigatoriedade seria de grande valia, e caso mostrando estado de embriagues o motorista deveria pagar uma multa altíssima, perder o direito de dirigir por um bom tempo e também responder um processo como um potencial criminoso, afinal dirigir embriagado é como sair armado atirando para todos os lados, pois as chances de ferir e matar alguém são grandes.

Pois somente com leis mais duras e rígidas as pessoas mudaram seus pensamentos de que beber e dirigir é algo normal.

Conscientização dos motoristas

Conscientização no transito
Além das leis mais rígidas, é imprescindível que cada motorista coloque a mão na cabeça e pense antes de pegar ao volante, caso tenha bebido deixe o carro com quem esteja sem beber, se vai sair de casa com intensão de beber, vai de taxi e volte de taxi.

Pois um erro de muitos motoristas é achar que o acidente acontece somente com o outro, porém o outro também pensa isso, desta forma o outro é também você.

Além das bebidas, é importante que os motoristas sejam mais calmos e não tenham tanta presa, pois esta provado que o excesso de velocidade é um dos principais motivos juntamente com o álcool da maioria dos acidentes nas ruas e estradas brasileiras.

E como sempre digo, para que tanta presa e dirigir acima da velocidade limite, pois geralmente você vai chegar no destino para não fazer nada, então é melhor atrasar sua chegada em alguns minutos do que aumentar os riscos dirigindo em alta velocidade.

Confesso que fico na torcida, de que em um futuro próximos nossas autoridades possam alterar as leis e venham a punir da forma correta os criminosos que causam tanta dor e morte no transito brasileiro, e que todos os motoristas, principalmente os mais jovem, sejam mais conscientes antes de dirigir.

Bem, agora deixo o espaço aberto para que todos possam deixar seus comentários sobre esse assunto tão delicado, e caso eu tenha escrito alguma besteira fiquem a vontade em corrigir e deixar o seu ponto de vista, visto que esse texto criei como cidadão brasileiro leigo no assunto jurídico que esta cansado de ver, ler e ouvir a quantidade de mortos e feridos no transito brasileiro que mata mais que muitas guerras.



4 Comments

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*