Hernia de disco cirurgia e recuperação



Neste artigo vou tentar fazer uma espécie de diário, sobre a minha história com a hernia de disco, que após 7 anos de altos e baixos e inúmeras crises, tive que partir para a cirurgia.

E contando aqui a minha história, acredito que posso ajudar de alguma forma outras pessoas que enfrentam o mesmo problema.

E para quem tem preguiça de ler, pode ouvir o depoimento no vídeo abaixo, ou então ler todo o relato na sequencia

Atualmente possuo 30 anos, mas descobri ser “dono” de uma hérnia de disco aos 21 anos, nestes 7 anos, tive cerca de 3 crises fortes, sendo duas de forte dores e a última quando acabei perdendo o movimento do pé esquerdo e tive que fazer uma cirurgia com urgência.

Mas vamos começar do começo, e vou tentar relatar de forma clara e breve esses 7 anos.

Tenho hernia de disco e agora ?

hernia de disco sintomas
Essa foi a primeira reação que tive ao receber este diagnóstico aos 21 anos em 2004, afinal na minha mente na época hernia de disco era coisa de pessoas idosas, sem contar que ficava muito chateado quando alguém comentava: “Nossa com essa idade, você já tem hérnia de disco”.

Confesso que ouvir isso, em alguns casos era pior que ter a hérnia de disco.

Mas não abaixei a cabeça, as dores existiam mais não eram insuportáveis, busquei ajuda, fisioterapia, acupuntura, mudei meus hábitos, e tomei mais cuidados com a minha coluna, evitando carregar objetos pesados e da forma incorreta.

Crise de hernia de disco

Uma das maiores e mais fortes crises de hernia de disco ocorreram em 2006, pois as dores eram tantas e tão fortes que não conseguia se quer colocar a meia no pé, ou colocar um tênis ou sapato, não existia uma posição comoda para dormir, sentar era algo insuportável, tanto é que na faculdade assistia aula em pé no fundo da sala, pois era impossível aguentar as dores se ficasse sentado.

Nesta época novamente busquei ajuda médica, fiz ressonância magnética para avaliar o estado da minha hérnia e a conclusão de dois médicos(sendo um neurologista e outro ortopedista) foi que o melhor para o meu caso seria a cirurgia, pois a hérnia estava grande e a recuperação sem cirurgia seria difícil.

Quando recebi a notícia de que o melhor para a minha hérnia de disco seria a cirurgia, confesso que novamente fiquei com a minha cabeça a mil, afinal toda cirurgia tem seus riscos, e sempre ouvi falar muitas coisas sobre cirurgias de hernia de disco, seus riscos, a recuperação, enfim.

Lembro que sai do consultório médico sem saber muito o que fazer ou pensar, se encarava a cirurgia e me libertava de uma vez por toda daquelas dores.

Porém, mais uma vez decidir continuar tentar novo tratamentos alternativos como cloreto de magnésio, natação e acupuntura para hérnia de disco, o tempo passou e durante esses quase 5 anos não tive mais nenhuma grande crise de dor, ou seja, tive uma vida normal com a hérnia de disco.

Perda de movimento do pé esquerdo(pé caído)

No inicio do segundo semestre deste ano, algumas pequenas dores como amortecimento do pé esquerdo voltaram a aparecer, mas para quem assim como eu já tem o problema a tantos anos, nem se preocupa muito, afinal já sabe do problema que possui, acaba utilizando alguns relaxantes musculares, e bolsa de água quente a noite para aliviar as dores.

E assim foi por alguns dias, porém certo dia ao acordar pela manhã, percebi que estava sem movimento no pé esquerdo e algumas dores dores na panturrilha e no peito do pé, mas a minha maior preocupação estava relacionado com o movimento do pé esquerdo, que eu não conseguia deixar reto, em 90°, o que fazia com que mancasse ao andar, isso foi em uma segunda-feira, sendo que consegui marcar uma consulta com o meu médico na quinta, devido ao feriado de 7 de setembro.

A cirurgia da minha hernia de disco lombar

Logo após consultar, o médico explicou a situação, e comentou da necessidade de fazer uma cirurgia com urgência, pois o quanto antes retirasse a hérnia que estava pressionando os nervos mais chances teria de voltar a ter os movimentos do pé normal.

Mais uma vez a notícia caiu como uma bomba, pois ele fez as guias e solicitações de internamento, ou seja, do consultório médico eu deveria ir direto para o hospital.

E desta vez não teria outra alternativa, afinal estava com dificuldades para andar, e com dores.

Sai do consultório, e fui diretamente ao hospital dar entrada, na tarde de quinta fiz diversos exames(sangue, urina, eletro, raio x), na sexta pela manhã fiz uma nova ressonância magnética.

Logo após o almoço, fui levado ao centro cirúrgico, tive a oportunidade de trocar algumas palavras com praticamente toda a equipe médica, que passaram muita confiança e tranquilidade.

Após tomar a anestesia geral, no braço, levei alguns segundo para apagar totalmente e não ver nem sentir absolutamente nada, a cirurgia durou cerca de 4 horas para remover a hérnia e liberar os nervos pressionados, a cirurgia ocorreu tudo bem, recuperei os sentidos da anestesia ainda na sala de observação, e fui levado para o quarto.

Pós cirurgia de hernia de disco

Um momento incomodo é quando as enfermeiras estão tirando você da maca e colocando novamente a cama, incomoda um pouco, mas nada de mais.

Logo após chegar ao quarto tomei diversos medicamentos, e tive uma noite de sono relativamente tranquila, sem dores ou maiores problemas.

No dia seguinte, sábado, por volta das 10 da manhã, recebi visita de uma fisioterapeuta, que por indicação do médico me ajudou a levantar da cama da maneira correta e ir ao banheiro, ou seja, após cerca de 12 horas de voltar da cirurgia já estava em pé no quarto do hospital, e conseguia dar alguns passos com dificuldade, mas já estava podendo me locomover fisioterapia

Alta da cirurgia e do hospital

Como relatei anteriormente, fiz a cirurgia sexta, já na segunda pela manhã tive alta do hospital, para continuar com o tratamento e recuperação em casa, ou seja, o tempo de internação após a minha cirurgia de hérnia de disco durou cerca de 3 dias.

Recuperação da cirurgia de hernia de disco

Hoje esta fazendo uma semana que fiz a cirurgia, amanhã dia 16, estarei retirando os pontos das costas, e posso dizer que estou bastante feliz com a minha recuperação, apesar do movimento do pé direito ainda ter voltado, a cada dia que passa vejo melhoras significativas, não tenho mais nenhum tipo de dor nas pernas, e consigo andar muito melhor do que antes da cirurgia.

E quanto ao pé esquerdo que esta sem movimento, o médico comentou que será necessário fisioterapia, mas ele comentou que ainda é cedo para começar com ela, vou perguntar novamente para ele sobre isso amanhã, e assim que tiver novidades irei atualizar este tópico.

Em resumo, após 4 dias de alta, e a 7 da cirurgia, consigo andar até que bem, seria normal se não fosse o problema do movimento limitado do pé esquerdo, tenho um pouco de dificuldades para colocar meia e calçados, mas consigo sentar e deitar sem problemas e não preciso de ajuda para isso.

Acredito que nos próximos dias e após iniciar a fisioterapia tenha ainda mais melhoras, e irei atualizando este espaço para que todos possam saber como esta a minha recuperação.

E se você também sobre com esse mal, não desanime! Não é uma hérnia de disco, dores, ou limitações temporárias que vão tirar a sua alegria de viver!

Agora deixo o espaço aberto para que todos possam deixar seus comentários e queixas a repeito destas hernias danadas!

Atualização 19/09
Tirei os pontos, no sábado, estava animado, mas infelizmente um dos pontos da cirurgia acabou vazando um pouco de sangue, então o médico indicou antibiótico para evitar que inflame, e estou refazendo os curativos 3 vezes ao dia, no mais, to sem dor alguma, quero tentar falar com o médico ainda hoje para saber sobre a fisioterapia e sobre essa secreção que esta saindo de um dos pontos, assim que tiver novidades atualizo aqui.

Atualização abril de 2012
Passei um tempo afastado do Blog, por isso peço desculpa a todos que ficaram sem saber qual foi o resultado e como estou após sete meses da cirurgia.

Pois bem, para minha alegria, nesta segunda-feira dia 02 de abril de 2012, voltei a fazer academia, afim de manter a forma que perdi nestes 7 anos parado e reforçar a musculatura.

Agora você deve estar se perguntando, sobre o movimento do pé esquerdo que havia ficado sem movimento, pois bem, os movimentos começaram a voltar após aproximadamente 2 meses de cirurgia, e foram melhorando a cada dia, sendo que hoje ando normalmente sem nenhuma sequela, assim como antes da cirurgia.

Apesar de estar sem dores, de vez em quando sinto algumas dores, umas pontadas quando acabo fazendo um movimento mais brusco, ou quando estou deitado de costas.

Outra dica, para quem esta passando pelo mesmo problema, aprenda a dormir, e nunca mais dormi de bruços como fazia antes da cirurgia, e com isso, dormindo da forma correta ajuda a prevenir problemas futuros.

Bem, é isso, espero que essa minha história toda possa ajudar de alguma forma as pessoas que estão vivendo o mesmo problema ou problema semelhante, qualquer dúvida, por favor deixem seus comentários ou enviem um e-mail.

Saúde e longa vida a todos.



32 Comments

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*