Futuro é agora-Os novos rumos das salas de cinema



Foi o tempo em que uma sala de cinema era apenas o encontro do público ainda atrás da desconfiança trazida pelos movimentos daquelas imagens em movimentos reproduzidas em telas imensas. O nascimento do cinema no Brasil é algo recente, se comparado com outras manifestações artísticas, como por exemplo, o teatro e a literatura, apenas para explorar campos em que é preciso de um público para ser principal termômetro.

Das transformações dos locais das salas de cinema, que com o passar de pouco mais de uma década e meia, tornou praticamente inexistente a presença de salas de cinema na rua, as poucas existentes estão vinculadas as fundações culturais normalmente, tornando obsoleta a existência de ver um filme em um local reservado apenas para as projeções.

Após a ida dos filmes praticamente todos para dentro de salas de cinemas ocupando espaços dentro de shopping, a facilidade de assistir um filme se tornou melhor, seja pelas acomodações, variedade de horários, segurança que normalmente temos dentro de espaços comerciais fechados.

Mas algo vem chamando atenção no Brasil, talvez seja fruto dessa emancipação e visibilidade comercial ofertada por salas de cinema. Atualmente os espaços que reservam acomodações para exibições de filmes, também é o espaço para vincular outras formas de projeções. Por exemplo, o UFC, evento de vale tudo, que será realizado no final do mês no Rio de Janeiro, será exibido em salas de cinema em várias capitais brasileiras.

Hoje tivemos o enuncio da transmissão do show de lançamento do disco I’m with You, da banda californiana Red Hot Chili Peppers, que será no dia 30 de agosto, às 22 horas. A novidade é o público brasileiro poder assistir o show diretamente da Alemanha dentro de uma sala de cinema. Para quem quer saber mais o “show na tela do cinema”, deve consultar o site Mobz, que traz a relação de locais em que o evento será transmitido.



Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*