Crise na Europa 2011 pode ser um problema para os intercâmbios



uniao europeia
Ir morar na europa é um dos caminhos que muitos estudantes brasileiros sonham. Por muitos motivos o velho continente é o destino de quem pensa em fazer intercâmbio ou complementar seus estudos universitários.

Uma rápida passada nos murais das universidades brasileiras e vamos nos deparar com anúncios de programas de intercâmbio de agências de turismo sérias, que issso fique bem claro.

Com as recentes crises econômicas no mercado europeu, quando o euro passou a ser mais gasto que arrecadado, deixando países como Espanha, Itália, Grécia, Portugal e Irlanda em uma posição delicada dentro da zona do euro.

Em recente matéria o Estadão trouxe a matéria “Crise na Europa se agrava e população sofre as conseqüências”, pensando nisso o blog do Repúblicas do Brasil aconselha aos estudantes principalmente a ficarem atentos ao que acontece no mercado europeu atualmente, além disso também acontecer nos Estados Unidos.

Uma jornalista por formação e sem emprego na área em Barcelona, uma urbanista que precisa receber ajuda dos pais aqui do Brasil para conseguir seguir nos seus estudos em Madrid. A jornalista que mora em Dublin e trabalha como garçonete para se sustentar, o rapaz que após cursar administração foi para a europa e precisou retornar por sérios problemas financeiros e a turismóloga brasileira que vive na Grécia, certamente um dos destinos mais procurados no mundo e precisa vender cosméticos para sobreviver. Estes são apenas alguns exemplos encontrados na matéria do jornal.

Deixar para trás as oportunidades ou os sonhos de ir para o exterior não são a recomendação, afinal quando vamos para um outro país, aprendemos coisas que certamente ficando dentro do universo da universidade apenas não conseguimos.

Nestes casos o grande conselho é simples: pensar, estudar bem a proposta e dialogar com a família, pois apenas eles em um suposto momento de dificuldade no velho continente podem ajudar.

No mais boa viagem para todos e sucesso nos intercâmbios.

É interessante escutar os depoimentos de quinze pessoas que passam dificuldades no exterior, entre elas, algumas foram citadas nesta postagem da Folha, que você pode acessar em http://migre.me/5hu4r



Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*