Bolsas de estágio tem aumento entre 2010 e 2011



Quem é estagiário pode responder sem a necessidade de nos dizer se a pesquisa realizada pelo Núcleo Brasileiros de Estágio (NUBE) sobre a média salarial das bolsas de auxílios estão realmente corretas. Segundo a agência tivemos um aumento de 5,8% entre o ano passado e este ano, deixando a média da bolsa auxilio em torno de 723 reais.

Agora, você leitor do Blog do Repúblicas pode fazer sua autoanálise sobre os reais pagos mensalmente pelas empresas na política de estágio. Na verdade, estagiar tem suas fronteiras delimitadas, não se trata de apenas mais um emprego ortodoxo, mas mais voltado para o complemento e aplicação de tudo o que um estudante tem dentro das disciplinas de um curso, podendo ser superior, técnico ou até “aprendizes” como para estudantes do ensino médio.

Esta pesquisa foi realizada entre os dias 10 de julho e 2 de agosto deste ano, quando fez o levantamento com 22680 estudantes, regulamentados dentro de empresas de pequeno e médio porte no Brasil, que estão de acordo com a Lei de Estágio (nº11.788/08).

Existem diferentes aumentos dos índices dos valores das bolsas, segmentados pelo grau estabelecido pelo estagiário, estudante de ensino superior, tiveram um aumento de 6,7% em relação ao ano passado, ficando com a média de 816 reais de bolsa. Enquanto o superior na área de tecnólogo cresceu 10,3% em um ano, deixando a bolsa no valor aproximado de 774 reais. Porém, o maior aumento no índice do valor das bolsas ocorreu justamente no nível médio, que elevou suas bolsas em 16,3% quando comparada com os valores pagos no ano passado, permitindo aos alunos um recebimento de 447 reais.

Certamente o mercado de estágios está crescendo no Brasil, esse aumento dos valores pagos nas bolsas mostra os setores industriais brasileiros estão contando com estudantes de todos os níveis. Isso contribui para deixar o estudante e o empregador em sintonia, futuramente estes estagiários terão oportunidades de ser profissionais qualificados e experientes em suas profissões.



Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*